fbpx

Quais são os principais tipos de visto brasileiro para estrangeiros?

Muitos viajantes do exterior têm dificuldade para entender e lidar com a burocracia consular brasileira, principalmente na hora de escolher o tipo de visto brasileiro para estrangeiros mais adequado ao perfil da viagem.

Para facilitar o entendimento e evitar contratempos que possam atrapalhar a viagem, vamos esclarecer neste texto quais são os principais tipos de visto existentes no Brasil e detalhar um pouco mais sobre cada um deles. Confira:


Principais tipos de visto brasileiro para estrangeiros

Visto de Turista

Este tipo de visto é o mais adequado para o viajante que pretende vir ao Brasil em caráter recreativo ou de visita. O documento permite que ele fique por até 90 dias seguidos no país, com possibilidade de prorrogação por mais 90 dias.

Ou seja, o documento permite ao viajante permanecer até 180 dias não consecutivos no país por ano e tem validade máxima de 5 anos.

Visto de Trânsito

Este tipo de visto é concedido ao estrangeiro que precisa entrar no Brasil para poder seguir viagem até seu destino original. Por este motivo, ele é válido por apenas 10 dias e não é possível prorrogá-lo.

Visto de Negócios

Este tipo de visto é emitido para estrangeiros que pretendam trazer recursos próprios de origem externa para realizar investimento em pessoa jurídica no Brasil.

Para conseguir o documento, o empresário, investidor ou empreendedor precisa comprovar a criação de um projeto com potencial para geração de empregos e de renda no país.

Visto Permanente

Este tipo de visto é concedido ao imigrante que quiser se fixar definitivamente no país. Entre os perfis frequentes estão executivos, investidores, aposentados e pesquisadores, além de imigrantes casados ou com parentesco no Brasil.

Vistos Temporários

Estes tipos de vistos aplicam-se aos viajantes que vêm ao Brasil para desempenhar uma atividade específica. Dependendo da motivação, eles podem permanecer de 90 dias a 1 ano no país. Entre os motivos incluídos nesta categoria estão:

  • Pesquisa, ensino ou extensão acadêmica;
  • Tratamento de saúde;
  • Acolhida humanitária;
  • Trabalho remunerado;
  • Serviço voluntário
  • Atividade de relevância econômica, científica, tecnológica ou cultural;
  • Reunião familiar;
  • Atividades artísticas e desportivas.

Acordo diplomático isenta emissão de visto de turista

Em alguns casos específicos, o viajante estrangeiro que vier ao Brasil para fazer turismo não precisa emitir o visto brasileiro para ultrapassar a fronteira, basta apresentar um passaporte válido.

Isso acontece quando o país de origem do turista estrangeiro tem acordo de reciprocidade com o Brasil e permite que brasileiros também acessem o seu território para fazer turismo sem a necessidade de um visto específico para isso.

Países europeus como Alemanha, França e Espanha, por exemplo, têm este acordo com o Brasil e seus cidadãos não precisam emitir o visto brasileiro para estrangeiros caso a viagem seja de turismo.

Por outro lado, nações como os Estados Unidos, Austrália e Canadá não possuem este acordo diplomático, o que obriga os cidadãos destes países a solicitar o visto de turista para entrar no Brasil.

Ajuda profissional otimiza emissão do visto brasileiro

O processo burocrático para emissão do visto brasileiro para estrangeiros pode ser demorado e exigir a coleta de muitos documentos, além do preenchimento de formulários.

Por isso, contar com ajuda profissional como a da CELESTINO pode ajudar a otimizar o processo e evitar erros, minimizando atrasos no fluxo do pedido. Para saber mais, entre em contato!

Texto: Julio Simões

× Como podemos ajudar? Available from 08:30 to 18:00