fbpx

Intercâmbio na África do Sul: quatro bons motivos para fazer

Quer estudar inglês gastando pouco e ainda conhecer um país incrível e com paisagens exuberantes? Então considere fazer intercâmbio na África do Sul! O país tem atrativos únicos para quem gosta de aventuras e de natureza, fora um custo-benefício mais em conta, principalmente para brasileiros.

A seguir, listamos e detalhamos quatro vantagens de investir em um intercâmbio na África do Sul. Confira:

Preço

Um dos grandes atrativos de fazer intercâmbio na África do Sul é custo de vida mais baixo em comparação com outros destinos, sobretudo para quem sai do Brasil. Lá, o Real é valorizado em relação ao Rand, a moeda local. Para se ter uma ideia, um Big Mac completo custa 59 Rands (cerca de R$ 16) por lá.

Os cursos também são mais baratos em comparação com destinos na Europa e na Austrália. Dependendo da cidade e da escola, é possível encontrar pacotes por menos de R$ 5 mil, incluindo acomodações. Já os custos com alimentação, transporte e moradia saem por cerca de R$ 200 por semana.

Atrações únicas

Uma coisa é certa: você não vai achar passeios iguais aos da África do Sul. Com belas paisagens e um cultura rica, o país tem atrações para todos os gostos. Na Cidade do Cabo, suas belíssimas praias não devem nada ao nosso litoral. A cidade ainda tem passeios por vinícolas premiadas, trilhas pelas montanhas e até mergulhos junto com tubarões.

Já em Joanesburgo, o mais interessante é ter contato e aprender mais sobre a conturbada história da África do Sul, que passou pelo terrível período de racismo institucional chamado Apartheid. Neste sentido, a recomendação é visitar o Museu do Apartheid, o Museu Hector Pieterson e a Fundação Nelson Mandela.

Fora isso, ao longo do país há diversos parques nacionais onde é possível fazer safári e ver de perto animais selvagens como leões, elefantes e girafas em seus habitats naturais. O maior deles é o Kruger National Park, que fica ao nordeste do país e abriga os chamados Big 5 (leão, elefante africano, búfalo-africano, leopardo e rinoceronte).

Clima

Por ter regiões mais altas em relação ao nível do mar, a África do Sul é mais gelada do que outros países de mesma latitude, como a Austrália ou até mesmo o sul do Brasil. O clima, porém, varia conforme a região. O Centro e o Norte têm clima tropical úmido, enquanto Sul e Oeste possuem clima mediterrâneo, mais seco e com temperaturas mais baixas.

No entanto, o verão sul-africano pode ser bem quente, superando até 35°C. O inverno, por sua vez, costuma ser mais rigoroso do que o nosso, com temperaturas negativas em algumas regiões. Por isso, estude bem as épocas do ano sul-africano, planeje-se bem e evite passar sufoco com isso durante seu intercâmbio na África do Sul.

Documentação para intercâmbio na África do Sul

Não precisar de visto para viagens de até 90 dias é outra vantagem para quem vai fazer intercâmbio na África do Sul. Basta apresentar o passaporte válido e o Certificado Internacional de Vacinação comprovando que você tomou vacina contra febre amarela e está tudo certo.

No entanto, há cursos com duração maior do que três meses e, nestes casos, é requisitado o visto de estudante. Esta modalidade de visto demora cerca de oito semanas para ser emitido e exige uma série de documentos, que podem ser vistos na página especial da África do Sul aqui no site da CELESTINO. Caso precise de ajuda, entre em contato com os nossos consultores especializados. 

Fontes: Partiu Intercâmbio, Skyscanner
Texto: Igor Nishikiori, com edição de Julio Simões

×

Olá,
Fale com a gente pelo Whatsapp
clicando abaixo, ou através do e-mail
celestino@celestinodesp.com.br

× Como podemos ajudar?