fbpx

Imóveis ajudam pedido de visto permanente para estrangeiros

Os interessados em viver de forma definitiva no Brasil têm agora uma nova forma de solicitar o visto permanente para estrangeiros: investir em imóveis no país. Antes da mudança da lei, em novembro de 2018, estas autorizações só eram dadas para quem colocasse recursos em empresas, processo mais demorado e complexo. 

A alternativa de conceder visto permanente para estrangeiros que invistam em imóveis já existe em muitos países e é bastante utilizada por brasileiros que buscam o chamado “visto gold” em Portugal, por exemplo. Com essa nova medida, o governo brasileiro espera receber investimento de vários países e regiões, especialmente China, EUA e Europa.

Condições para investimento

Os interessados deverão fazer investimento mínimo de R$ 700 mil em imóveis no Norte e Nordeste e de R$ 1 milhão nas demais regiões. Essa regra é válida para imóveis residenciais e comerciais urbanos, mas não para propriedades rurais. Além disso, estas aquisições precisam ser feitas por meio de um banco brasileiro.

Feito isso, o imigrante poderá pleitear o visto permanente junto ao Conselho Nacional de Imigração, que concederá autorização provisória. Já o pedido de autorização permanente de residência no país só terá sequência depois de dois anos, quando o estrangeiro comprovar que o imóvel adquirido está bem conservado e permaneceu em seu nome durante este período.

Documentação do visto permanente para estrangeiros

Desde que foi sede da Copa do Mundo e das Olimpíadas, o interesse de estrangeiros em conhecer, visitar e até investir e mudar definitivamente para o Brasil só cresceu. No entanto, muitos ainda enfrentam dificuldades com a burocracia brasileira, que é especialmente complexa. Por isso, a CELESTINO oferece um acompanhamento personalizado e especializado em documentação para imigrantes que queiram buscar residência no país. Entre em contato conosco, teremos o maior prazer em atendê-lo!

Fonte: Agência Estado
Texto: Julio Simões