fbpx

Corro o risco de ter o visto americano negado por causa da minha profissão?

Muita gente que está tirando a documentação de viagem pela primeira vez tem essa dúvida: a minha profissão pode fazer com que eu tenha o visto americano negado pelo consulado? A resposta para isso não é nada simples e sempre dependerá de cada caso. Por isso, vamos dar algumas dicas para evitar que esse tipo de situação aconteça.

Quais profissões correm mais risco de ter o visto americano negado?

De maneira geral, pessoas formalmente empregadas, seja na iniciativa privada ou no serviço público, têm chances muito maiores de terem o visto americano aprovado. Isso porque esses profissionais são classificados como de menor risco de imigrar ilegalmente para os EUA por causa da estabilidade no emprego, além de terem mais condições de bancarem uma viagem ao exterior. Por outro lado, profissionais autônomos podem ter um pouco mais de dificuldades, sobretudo por falta de comprovação de renda e de vínculos com o Brasil.

Por que preciso comprovar minha renda para tirar o visto americano?

Formalize seu negócio

Se você é autônomo, não entre em desespero, ainda é possível evitar ter o visto americano negado. Antes de tudo, formalize seu negócio como microempreendedor individual (MEI) e pague os tributos corretamente. Ter um CNPJ dá mais credibilidade na hora de comprovar que você possui vínculos com o Brasil. Se possível, guarde todos os comprovantes, como nota fiscais e contratos, e dê preferência a uma conta Pessoa Jurídica (PJ) para movimentar seu dinheiro. Já se você for isento, não deixe de fazer sua declaração de Imposto de Renda. Isso também ajuda na hora de comprovar que você tem vínculos com seu país de origem e não está disposto a se aventurar fora dele.

Leve todos os documentos possíveis

Na hora da entrevista, tenha em mãos todos os comprovantes de renda possíveis. Leve extratos bancários, recibos, declaração de imposto de renda e declaração anual do MEI. Lembre-se que não há uma renda mensal considerada ideal para obter o visto americano, por isso não minta nem no formulário nem durante a entrevista para não correr o risco de ser pego no flagra pelo funcionário do consulado.

Além disso, é importante também levar documentos que mostrem seu vínculo com o Brasil, como serviços prestados para clientes fixos, contrato de aluguel de longo prazo ou documentação de um veículo usado no trabalho.

Como aumentar as chances de conseguir o visto americano?

Busque assessoria especializada

A CELESTINO tem longa experiência em obtenção de visto para os EUA e tem trabalhado com clientes dos mais variados perfis. Se você está tendo dificuldades ou tem alguma insegurança com relação ao visto americano, não deixe de consultar nossos serviços. Indicamos todos os documentos que ajudarão a comprovar sua renda e seus vínculos com o País e fazemos toda a formatação correta para evitar problemas na hora da entrevista. Entre em contato agora mesmo.

Para saber mais sobre o visto americano, acesse nossa página especial

Texto: Igor Nishikiori, com edição de Julio Simões

× Como podemos ajudar? Available from 08:30 to 18:00