fbpx

Canadá: visto com biometria exige planejamento do viajante

Desde o dia 1º de janeiro de 2019, brasileiros que pretendem ir ao Canadá precisam fornecer digitais e foto para solicitar um visto com biometria. A exigência, que já era adotada para cidadãos de determinadas nacionalidades, visa aumentar a segurança dentro das fronteiras canadenses. Os dados biométricos são necessários para, basicamente, todas as solicitações de visto.

Ao contrário do pedido de visto dos Estados Unidos, o pedido canadense continua sem prever a necessidade de uma entrevista. Aqueles que já tiverem o documento emitido não precisam se preocupar. Só será necessário fazer o visto com biometria, que tem validade de 10 anos, quando for necessário fazer um novo pedido – confira aqui as exigências para isso.

Visto com biometria: outras situações isentas

  • Menores de 14 anos de idade
  • Maiores de 79 anos de idade
  • Solicitantes de um visto de trânsito com destino aos EUA
  • Portadores da autorização eletrônica (ETA) – estes não precisarão coletar a biometria aqui e nem no desembarque

A coleta dos dados biométricos deve ser feita em um dos Centros de Solicitação de Visto do Canadá (VAC, em inglês), que têm sede em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Porto Alegre (RS) e Recife (PE). Por conta dessa nova etapa no processo, que pode aumentar o prazo médio de requisição do visto (consulte aqui o tempo médio), é importante que cada solicitante já reserve um dia em sua agenda para comparecer ao VAC.

A biometria adiciona mais uma variável ao pedido de visto canadense. Por esse motivo, não deixe de contratar um especialista. A CELESTINO, além de analisar cada solicitação, agenda a coleta biométrica, recebe e prepara toda a documentação, entregando tudo pronto na entrada do VAC em São Paulo. Entre em contato conosco!

× Como podemos ajudar?