fbpx

Austrália além de Sydney: 4 cidades que você deve conhecer

É comum viajar para Austrália e visitar Sydney. Afinal, é a mais famosa e populosa cidade do país, foi sede das Olimpíadas de 2000, e é conhecida por suas belas praias e por cartões-postais, como o Opera House e a Baía de Sydney. Mas a terra dos cangurus não se resume a isso: há outras cidades tão interessantes quanto e que reservam excelentes opções para quem busca aventura, entrar em contato com a natureza ou apenas relaxar sem compromisso. Seja para turismo ou para estudo, vale conhecer esses destinos imperdíveis na Austrália:

Saiba mais: Tudo sobre a documentação de viagem para a Austrália

Melbourne

Você provavelmente já ouviu falar dessa cidade por anualmente receber o primeiro GP de Fórmula 1 da temporada. O circuito Albert Park, aliás, é uma das boas atrações de Melbourne, já que também é um parque público onde é possível caminhar, andar de bicicleta e fazer piqueniques.

Mas Melbourne é muito mais do que o GP Austrália de Fórmula 1. Como toda metrópole, ela se destaca também pela boa comida e por seus eventos culturais. Quem passa pela cidade precisa conhecer suas famosas Laneways, ruelas escondidas e bem apertadas que são um ótimo lugar para bater perna, encontrar produtos inusitados e experimentar comidas diferentes. Sempre que quiser parar para tomar um café ou fazer uma boquinha, entre em um desses becos e se perca com tantas opções.

Vale também conhecer St. Kilda, o bairro litorâneo que é repleto de atrações. Um dos lugares mais conhecidos é o píer, que conta com moradores ilustres: pinguins! Sim, essas aves vivem nas pedras do quebra-mar, e saem diariamente pela manhã e só voltam no fim de tarde. Fora isso, o bairro de St. Kilda ainda tem diversos restaurantes, cafés e pubs, além do parque de diversões Luna Park, inaugurado em 1912 e que até hoje está em atividade.

Brisbane

Assim como Sydney, Brisbane foi colonizada basicamente por prisioneiros enviados pela coroa britânica para cumprirem suas penas na ilha. Hoje, a cidade é uma curiosa mescla de metrópole com espaços para quem curte aventura e natureza.

Como a cidade não tem praia — embora fique encostada no mar — os moradores decidiram improvisar: fizeram uma praia artificial na região de South Bank às margens do rio Brisbane. Desde que sediou a Expo 88, o local virou um grande complexo de lazer, com restaurantes, parques, museus e até uma roda-gigante.

Quem quiser explorar rio adentro, uma opção é alugar um caiaque e curtir uma visão única e exclusiva da cidade. E que tal carregar um coala no colo? Isso é possível no santuário Lone Pine Koala, que conta também com cangurus, diabos da tasmânia e outros animais típicos da Austrália.

E se a ideia é levar para casa uma experiência diferenciada, não deixe de conhecer o Eat Street Northshore, um mercado a céu aberto que abre de fim de semana e que reúne muita comida, música e diversão.

Camberra

A capital da Austrália guarda semelhanças com outras similares do mundo, como Washington e Brasília. Fundada para ser o centro administrativo e do poder da nação, Camberra foi escolhida justamente por ser uma região neutra para apaziguar a rivalidade entre Sydney e Melbourne.

Assim como Brasília, a construção de Camberra foi completamente planejada e todo seu desenho urbano foi concebido por um casal de arquitetos norte-americanos. Não por acaso, a cidade se destaca por ter muito verde e contar com um grande lago artificial, algo que estava em voga na época da construção.

Se estiver pela cidade, não deixe de passar pela National Gallery e conferir de perto obras de Monet, Cézanne e Picasso, entre outros grandes artistas. Próximo dali, há o Questacon, um museu interativo que explica conceitos da ciência de maneira divertida. E vale também conhecer o Old Bus Depot Market, um antigo galpão desativado que aos domingos vira um mercado de pulgas com diversos opções de comida e produtos raros.

Adelaide

Se quiser desfrutar de belíssimas praias — tão belas quanto as de Sydney —, não deixe de conhecer Adelaide. Com areia branca e mar azul, seu litoral reserva ótimos momentos para aliviar o estresse e curtir o sol preguiçosamente.

Relaxar e ficar em contato com a natureza, aliás, é algo que a cidade tem de sobra. Seu famoso jardim botânico é uma experiência à parte, com diversos espaços temáticos. Outro ponto de interesse é Monte Lofty, que oferece uma visão panorâmica de tirar o fôlego.

Quando a fome bater, não deixe de conhecer o Mercado Central de Adelaide, um dos maiores do hemisfério Sul e que recebe oito milhões de turistas anualmente. E reserve um dia para fazer um tour nas famosas vinícolas da região, com direito a degustação de vinhos premiados. Por fim, não deixe de visitar a região portuária de Adelaide com seus museus e prédios históricos e seu santuário de golfinhos.

Dicas para visitar a Austrália

É importante lembrar que é preciso de visto para entrar em terras australianas, inclusive com documentos traduzidos para o inglês. No caso de viagem para estudos é preciso tirar visto de estudante, que tem um processo mais complexo e pode exigir exames médicos. Caso precise de ajuda, contate a CELESTINO que auxiliaremos com toda a documentação.

Saiba mais: Qualidade de vida e ensino encoraja intercâmbio na Austrália

Por fim, para evitar problemas ao usar internet móvel fora do país, o ideal é adquirir um chip da MysimTravel, que tem planos aceitos em mais de 200 destinos. Assim, você já desembarca no país com o smartphone pronto para usar e postar suas fotos nas redes sociais. Conheça as opções no site.

Texto: Igor Nishikiori, com edição de Julio Simões

× Como podemos ajudar?