fbpx

O que é e para que serve o visto de acompanhante?

Conteúdo originalmente publicado em junho/2019 e atualizado completamente em novembro/2021

Você sabia que é possível estudar ou trabalhar nos Estados Unidos e ainda levar o cônjuge e os filhos? Neste caso, eles precisam tirar o visto de acompanhante, bem diferente do visto tradicional de estudante ou de turista.

Para saber em quais situações é possível emitir esse tipo de documento e como fazer isso, acompanhe o pequeno guia que preparamos sobre o assunto. Confira:

O que é o visto de acompanhante?

Como o nome indica, o visto de acompanhante é uma autorização de permanência dada à família de alguém que estuda ou trabalhar no exterior. Ele é oferecido para maridos e esposas (inclusive casais do mesmo gênero), e filhos com até 21 anos.

Portanto, namorados(as), noivos(as) ou mesmo os pais que queiram acompanhar os filhos em um intercâmbio no exterior não têm direito ao visto de acompanhante.

Aliás, a principal característica desse tipo de autorização é a validade, que segue a mesma do visto de entrada de quem vai trabalhar ou estudar no exterior, desde que respeitando o limite máximo de sete anos.

No mais, o visto de acompanhante garante ao estrangeiro o direito de abrir conta em banco, tirar carteira de motorista e entrar e sair do país quando quiser, desde que não fique fora por mais de cinco meses ininterruptos.

Em qual situação posso solicitar este tipo de visto americano?

Os vistos de acompanhante para os Estados Unidos variam de acordo com o objetivo da viagem do solicitante (estudo ou trabalho de quem será acompanhado, por exemplo). A seguir, listamos alguns casos em detalhes:

Visto F-2

Essa autorização é fornecida aos dependentes de solicitantes do visto de estudante (Visto F-1), aquele exigido para quem deseja cursar do Ensino Fundamental ao Ensino Superior nos Estados Unidos.

Importante: apesar do Visto F-1 permitir que o estrangeiro trabalhe enquanto estuda (apenas em alguns poucos casos), o Visto F-2 proíbe o viajante de exercer qualquer tipo de ofício remunerado durante sua permanência.

Além disso, o acompanhante também não pode fazer cursos de longa duração ou frequentar uma universidade no país – para isso, é preciso emitir o Visto F-1.

Por outro lado, dependentes com idade inferior a 21 anos estão autorizados a cursar o Ensino Fundamental e o Ensino Médio (K-12) nos Estados Unidos, evitando que interrompam o ciclo educacional por conta da viagem dos pais.

Visto J-2

Essa autorização é fornecida para dependentes de estrangeiros que pretendem fazer intercâmbio nos Estados Unidos (Visto J-1), com exceção de algumas categorias como programas de empregos de verão e au pairs.

Ao contrário do F-2, o Visto J-2 permite trabalhar no país, desde que o estrangeiro tenha autorização do serviço de imigração americano (Employment Authorization Document).

É importante dizer que essa autorização especial de trabalho só pode ser solicitada em solo americano e tem validade de um ano, ou seja, precisa ser renovada anualmente até que o visto de permanência expire.

Por outro lado, o estrangeiro com Visto J-2 tem total permissão para estudar em qualquer instituição americana, sem necessidade de autorização especial.

Visto L-2

Essa autorização é fornecida aos dependentes de estrangeiros transferidos a trabalho para os Estados Unidos, permitindo  trabalhar e estudar normalmente no país enquanto vigorar a permanência.

Para poder trabalhar, entretanto, é preciso emitir o Employment Authorization Document, a já citada autorização especial fornecida pelo serviço de imigração americano.

Assim como no Visto J-2, os menores de idade dependentes também podem frequentar as escolas e faculdades americanas normalmente, sem necessidade de qualquer autorização especial.

Por fim, quem possui o Visto L-2 também pode solicitar o Green Card, documento que garante a permanência definitiva nos Estados Unidos.

Para saber quais são as principais categorias de visto americano (turismo, trabalho, negócios e estudos) e entender como cada uma delas funciona, recomendamos a leitura deste texto.

Como tirar o visto de acompanhante?

A emissão da autorização segue o padrão dos vistos americanos, incluindo entrevista e coleta de biometria nos Centros de Atendimento aos Solicitantes de Visto (CASVs).

No entanto, é preciso apresentar alguns documentos extras para certificar o matrimônio/paternidade e comprovar renda suficiente para manter a família no país durante o período.

Para saber como aumentar as chances de conseguir o visto americano, leia esse texto. Já se a sua intenção for estudar nos Estados Unidos, esse texto pode te ajudar.

No mais, se precisar de qualquer suporte, conte sempre com a CELESTINO. Somos especialistas na emissão do visto americano e podemos acompanhá-lo em todas as fases do processo burocrático. Entre em contato e boa viagem!

Texto: Igor Nishikiori, com edição e atualização de Julio Simões

× Como podemos ajudar? Available from 08:30 to 18:00