fbpx

Austrália zera taxa de visto de estudante para estrangeiros afetados pela pandemia

O governo australiano anunciou recentemente algumas medidas para ajudar estudantes estrangeiros que foram afetados pela pandemia do novo coronavírus. A principal é a isenção da taxa de visto de estudante, facilitando a solicitação de um novo documento e permitindo que alunos de fora sigam estudando na Austrália.

No entanto, a medida só vale para estrangeiros que não concluíram o curso dentro da validade do visto original por conta da Covid-19. Por isso, para ter a isenção da taxa de visto de estudante, será preciso provar que o documento anterior era válido em ou após 01/02/2020.

Caso se encaixe nessa condição, o estudante deverá solicitar a isenção por meio de um formulário on-line criado pelo governo australiano especialmente para a situação. Vale citar que alunos que já solicitaram o visto de estudante da Austrália recentemente não terão direito ao reembolso. O benefício será válido só a quem aplicar a partir do dia 5 de agosto, dentro das condições já citadas.

Isenção da taxa de visto de estudante visa ajudar economia

“Somos uma nação acolhedora, com um sistema de educação de classe mundial e algumas das taxas mais baixas de Covid-19 do mundo. Os alunos querem estudar aqui e queremos recebê-los de volta de uma forma segura e comedida quando for seguro fazê-lo”, explicou Alan Tudge, ministro em exercício da Imigração, Cidadania, Serviços para Migrantes e Assuntos Multiculturais, em nota à imprensa.

Segundo o governo, os estudantes internacionais contribuem com US$ 40 bilhões anualmente e sustentam 250 mil empregos, além de muitos também se tornarem cidadãos australianos. “Isso não ajudará apenas o setor de educação, mas também muitas comunidades e empresas locais, incluindo serviços de acomodação, turismo, hotelaria e varejo”, acrescentou.

O governo australiano também explicou que a retomada está sendo feita de forma responsável e que não há previsão para reabertura total. “Titulares de vistos temporários, incluindo estudantes, só poderão entrar na Austrália quando as restrições de viagem forem flexibilizadas”, esclareceu a embaixada, em comunicado.

Até o momento do fechamento deste texto, a Austrália havia registrado pouco mais de 21,3 mil casos de coronavírus, com 313 mortes confirmadas, segundo dados da universidade americana Johns Hopkins. Por isso, as fronteiras da Austrália permanecem fechadas, com permissões limitadas para viagens de entrada e saída.

Para saber mais sobre a emissão de vistos de estudantes para estrangeiros na Austrália, acesse nossa página especial sobre o país ou entre em contato com os nossos especialistas. Teremos o maior prazer em ajudá-lo!

Texto: Julio Simões

× Como podemos ajudar? Available from 08:30 to 18:00